Skema > Todas os noticias > a-educacao-global-do-futuro sera-hibrida

NOTÍCIAS

A educação global do futuro será híbrida?

Publicado em 01 de dezembro de 2020
Compartilhar   

Neste artigo, a reitora da SKEMA Brasil, Dra. Geneviève Poulingue, fala sobre a adaptação da SKEMA em meio à Pandemia. Leia!

Os momentos de ruptura da vida, ou, mais especificamente, em sociedades, como a que vivemos desde o início da pandemia, podem se transformar em momentos de renascimento. A história nos ensina isto!

Para uma escola como a SKEMA, com uma visão global, promovendo seu projeto de educação por meio das experiências vivenciadas em seus 7 campi, espalhados por 4 continentes, poderia se considerar que esta restrição de mobilidade pudesse se transformar em uma parada temporária desta bela missão. Porém, conseguimos superar essa limitação trazida pela pandemia graças às nossas interconexões já pré-estabelecidas.

O plano estratégico de nossa escola é baseado em três pilares essenciais: construir uma escola de vanguarda e visionária, tornar-se uma escola transdisciplinar, como o mundo de hoje exige e desenvolver uma visão global, já que as questões sociais estão permeadas em todos os cantos do planeta.

O primeiro desafio começou em fevereiro, em Suzhou, nosso campus chinês, e depois como uma onda que se propagou atingiu a partir de março nossos campi franceses em Paris, Lille e Nice, e, concomitantemente, nos outros campi, em Raleigh, na Carolina do Norte (EUA), na Cidade do Cabo, nosso campus sul-africano e, claro, em Belo Horizonte, nosso campus brasileiro.

Com a consciência do impacto desta pandemia, a SKEMA convidou seus alunos internacionais a retornarem a seus países de origem e a mudarem todos os seus programas presenciais para um programa online, sincronizando as gravações dos cursos para responder ao jet lag.

Esta situação desafiadora revelou o quão preparada e avançada a SKEMA estava na sua curva de aprendizagem da globalização e digitalização das suas atividades, tanto em termos de ferramentas, como em termos de competências internas, provando também que a agilidade se fez presente ao passar, de um dia para o outro, o ensino presencial para o ensino online síncrono, abrindo a porta para novos tipos de interações.

Nós avançamos muito rapidamente no aprendizado ágil de ferramentas de digitalização. Isso não é exclusivo da SKEMA, já que muitas instituições de ensino superior seguiram o mesmo caminho. O que é específico da SKEMA é a distribuição geográfica de seus campi e de seus alunos. Esta rede é global e interconectada. Então, era necessário ter sucesso na entrega dos programas em todos os continentes, com o desejo de fornecer uma experiência de aprendizagem abrangente e de qualidade. Por exemplo, nossos professores brasileiros continuaram a ensinar alunos localizados fora do Brasil. Assim como na China, França e EUA.

Este foi o primeiro nível de adaptação ao contexto da pandemia. O próximo passo era avançar em um novo modelo de ensino e consolidar o SKEMA Way of Learning - “o Jeito de Aprender SKEMA”. A experiência global pode ser vivida, temporariamente à distância, graças às interconexões da rede dos campi SKEMA. Compartilhamos nossas experiências e conhecimentos sobre o ecossistema em que vivemos. Nossos professores pesquisadores fazem o mesmo, para compartilhar conferências ou cursos entre os campi para o benefício de nossos alunos.

Para nós, o futuro não será de todo on-line, teremos sim, esta agilidade de contar com aulas online, com o maior número de interações possíveis, aliada a encontros presenciais, com a possibilidade de criar espaços de encontros e construção de identidade, a partir de intercâmbios entre os alunos, professores, treinadores e atores dos ecossistemas onde temos campus.

O próximo passo será a implementação muito rápidamente de novas ferramentas que nos permitirão viver experiências globais e transdisciplinares, com simulações e realidade aumentada. Isto porque, na SKEMA, o futuro já é hoje. Por isso, o objetivo é desenvolver um pensamento global, tanto em nível de planeta quanto em nível de desenvolvimento das atividades econômicas e da gestão empresarial. É muito fácil de dizer, mas muito difícil de implementar. A SKEMA, mais do que nunca, quer preparar os jovens talentos para um mundo em mudança. Algumas etapas estão exigindo muito trabalho, mas continuamos confiantes no futuro no que diz respeito à qualidade dos nossos jovens alunos!


Dra. Geneviève Poulingue


Francesa, começou na SKEMA em 2011, onde já atuou como diretora de programas educacionais, e, no Brasil, chegou no início de 2017, quando assumiu a operação da escola francesa no país, onde é responsável por todo o desenvolvimento. É Doutora em Ciências da Gestão pela Universidade de Caen Basse Normandie, UNICAEN – França (2009). É mestre em Economia Aplicada, com ênfase em Economia Monetária e Técnica de Financiamento pela Universidade Paris Dauphine – França (1983). E graduada em Ciências Econômicas pela Universidade de Rouen – França (1982). Foi nomeada recentemente Conselheira do Comércio Exterior da França – CCE (Comitê Brasil).

Fale com nossa articulista, Dra. Geneviève Poulingue - genevieve.poulingue@skema.edu

Por que escolher a SKEMA?
No topo dos rankings franceses e internacionais Veja os rankings
A Escola de Negócios Globais Vejas as notícias da SKEMA
Um ampla gama de Programas COMPARE